Sisma pede pela imunização de todos os trabalhadores em home office

Dezenas de profissionais da saúde dos setores administrativos e de gestão receberam a primeira dose de imunização contra o novo coronavírus, no último sábado, dia 20/03. A vacinação desses trabalhadores é resultado da  campanha “Vacina Já”, lançada este mês pelo Sindicato dos servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (SISMA/MT), que culminou com a divulgação de uma Carta Aberta da presidente do sindicato, Carmen Machado reivindicando o avanço da imunização no Estado.

Com a conquista, a próxima pauta do sindicato é a imunização dos servidores em tele trabalho ou home office.  “Na última semana, nós conseguimos que a Prefeitura e o Estado assumissem a celeridade deste processo. Contudo, nós precisamos de gente. O sistema de saúde é mais do que leitos, ele é formado por um enorme quantitativo humano, o que também vai muito além dos médicos, enfermeiros e técnicos, precisamos de toda força de trabalho, para um serviço mais efetivo.”, aponta a presidente, Carmen Machado.

“Vacina Já!”

O reforço à campanha “Vacina Já!”, por meio da Carta Aberta, ocorreu após o contato oficial com a SES/MT e a Prefeitura Municipal de Cuiabá/SMS, solicitando informações urgentes acerca das providências a serem tomadas, em relação à imunização dos servidores da Saúde abarcados pelo dispositivo da resolução CIB n° 26/2021, além de relatos de constrangimento de servidores que, embora devidamente cadastrados, não eram imunizados.

Sem respostas a essas situações, a presidente Carmen Machado, decidiu por dar publicidade ao tema. Após o movimento do Sindicato, foram vacinados, servidores que trabalham em setores como: Central de Regulação, Tratamento Fora de Domicílio, Farmácia de Alto Custo, Protocolo, Superintendências, e em outros atendimentos administrativos e de gestão, que não eram considerados linha de frente, mas mantém a atenção às pessoas hospitalizadas, em tratamento de saúde e familiares.

Entre os servidores vacinados no último sábado está Ivete Lemes de Souza, ela atua na SES/MT, onde está lotada no setor de Gestão de Pessoas, ela conclama os colegas e a toda a população, que façam a sua parte na prevenção a disseminação da doença, e quando possível, se vacinem.

“Estamos atentos à realidade, sabemos que não existe vacina para todos, devido ao atraso do Governo Federal. Porém, contamos com a sensibilidade do Estado e municípios em imunizar quem está trabalhando pela manutenção da saúde da população.”, afiançou a presidente do SISMA/MT, Carmen Machado.

A presidente conta que o sindicato mantém diálogo aberto com os líderes do Poder Executivo e Legislativo do Estado e Municípios e confia no empenho destes, para a aceleração da imunização. “O sistema já colapsou, entendemos que a solução mais eficiente para pouparmos vidas é a vacinação massiva”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

© SISMA-MT – 2021. Todos os direitos reservados.