SISMA participa de carreata com centenas de veículos em Cuiabá

Yva.com.vc/Assessoria de Imprensa/ SISMA/MT

 

A mobilização pelo pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) de acordo com a legislação, e as regras justas na contribuição previdenciária, para aposentados e pensionistas, foram às pautas defendidas pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (SISMA/MT), durante carreata, na manhã desta quarta-feira, dia 02.

A Manifestação Geral, proposta pelo Fórum Sindical foi aderida pelo SISMA/MT, devido ao não avanço das discussões junto ao Governo do Estado.

“A pandemia nos limita, mas não nos cala. Confiamos no diálogo e na articulação política dos sindicatos para o avanço das nossas pautas. Porém, enquanto representantes das categorias, também precisamos demonstrar o descontentamento pela morosidade do Estado em apresentar soluções”, pontuou a presidente do SISMA/MT, Carmen Machado.  

A carreata saiu da Orla do Porto, e percorreu a cidade por mais de uma hora, até o Centro Político Administrativo. O acordado entre os líderes sindicais é que a manifestação marcará o início de uma série de ações progressivas, que poderão culminar em uma greve geral.

As ações serão desenvolvidas pelos servidores públicos enquanto o Governo de Mato Grosso não cumprir na íntegra a lei nº 10.572/2017 (6,19%), não iniciar as negociações referentes à reposição da inflação (RGA) de 2019, e não estabelecer regras justas na contribuição previdenciária, para aposentados e pensionistas que estão tendo um confisco nos seus salários de 14%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

© SISMA-MT – 2021. Todos os direitos reservados.