SISMA junto ao Fórum de defesa do Serviço Público dá continuidade na Luta Contra a Reforma Administrativa em Mato Grosso

Em Mato Grosso a mobilização contra a Reforma Administrativa realizada no último dia 30 de setembro foi exitosa (veja fotos da Galeria). Uma grande carreata, com mais de 300 carros seguindo um caminhão de som, percorreu as rua e avenidas de Cuiabá com centenas de servidores e populares. A carreata foi precedida de uma manifestação no estacionamento da UFMT, com falas de lideranças sindicais e populares. Atos e carreatas também ocorreram em Cáceres, Tangará da Serra e Sinop, cidades do interior do Estado.

Animados com o resultado das atividades do dia 30, entidades sindicais e populares, reforçaram a adesão e SISMA junto ao Fórum de Defesa dos Serviço Público, agora preparam uma grande mobilização para o dia 28 de outubro, Dia do Servidor Público, dando continuidade à luta contra a Reforma Administrativa.

No dia do servidor público não há nada a comemorar sendo necessária a ampliação da mobilização e o engajamento na luta para enfrentar mais esse ataque do governo Bolsonaro e do Governo Estadual (Mauro Mendes) contra os trabalhadores.

Na programação construída conjuntamente com diversas entidades de defesa dos trabalhadores está prevista uma nova carreata, que irá percorrer as ruas de Cuiabá e Várzea Grande, parando para a realização de pequenos atos na frente da Assembleia Legislativa, no Hospital Júlio Muller e no centro da cidade, seguindo até o aeroporto, onde será realizado um ato final.

Essa é a 2ª Carreata em Defesa do Serviço Público e conclamamos todos os servidores para participação, objetivando esclarecer a sociedade o papel fundamental do Servidor Público na defesa de todos os trabalhadores Públicos e Privados contra os ataques realizados por entidades ligadas a gestores inescrupulosos que visam depreciar a imagem do serviço público para continuarem o processo de sucateamento do Estado com a clara intenção de terceirizar ou privatizar serviços, para assim aumentar ou manter o lucro de grandes corporações que vivem dos impostos pagos pelos cidadãos.

Contrapor ações midiáticas e falsos discursos de gestores é fundamental para garantir a qualidade e continuidade do serviço entregue ao cidadão que já paga por ele através de seus impostos, fazendo a defesa do serviço público e da Estabilidade dos Servidores, pois é ela que mantem a autonomia do servidor no tocante a rejeitar ser parte de ações ilegais ou imorais implantadas no sistema público que visa um pseudobenefício e engana a sociedade objetivando conceder mais lucros a parceiros privados financiadores ou apoiadores de campanha.

As entidades vêm trabalhando e fazendo esse contraponto mesmo sem ter os recursos vultuosos de grandes corporações e a união dos trabalhadores nesse processo de mobilização e ampliação da consciência crítica do cidadão é fundamental.

Atos também estão sendo organizados em diversos Municípios por todo o Estado, esse é definitivamente o momento de união e luta conjunta na defesa do Serviço Público de qualidade, digno para o Servidor e para o Cidadão.

A Frente de Defesa do serviço Público

É um coletivo de entidades sindicais, movimentos populares e estudantis em defesa do serviço público gratuito e de qualidade para a população, sua luta tem como base o fortalecimento do Estado através da valorização dos servidores, que são a “mola mestre” do funcionamento da máquina estatal e vem sendo perseguidos e os serviços sucateados visando a entrega dos mesmos à iniciativa privada.

Venha conosco e auxilie na mobilização, a luta é de todos!

SISMA-MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

© SISMA-MT – 2021. Todos os direitos reservados.