SISMA ADERE À ‘PARALISAÇÃO GERAL ESTADUAL’ JUNTO AO FÓRUM SINDICAL

Representantes de sindicatos estaduais decidiram em assembleia, promover no dia 22 de junho uma paralisação geral em todo estado. Em Cuiabá o ato vai acontecer em frente ao Palácio Paiaguás, no Centro Político, às 14h.  O movimento tem como objetivo mostrar para a sociedade a negligência da atual gestão em relação aos servidores do poder executivo, em especial os da saúde pública.

As pautas cobradas são referentes às necessidades dos trabalhadores, entre elas a falta de concurso público, confisco dos aposentados e pensionistas e o pagamento do RGA em atraso desde 2018.

A presidente do SISMA e uma das coordenadoras do Fórum Sindical, Carmen Machado, ressalta que a maior indignação da categoria é a falta de diálogo por parte da gestão estadual “O poder executivo não atende os trabalhadores e a Assembleia Legislativa, tida como a Casa do povo, a instância que poderia protagonizar a defesa dos servidores, infelizmente vem se mostrando negligente também. Estamos buscando um canal de negociação para viabilizar, de forma imediata, os direitos já conquistados pela classe trabalhadora. Faremos com que esse movimento tome corpo até que o governo nos atenda”, disse a sindicalista.

A presidente do sindicato declarou ainda que “caso as portas não se abram e o governo insista em não abrir espaço para negociação, iremos dar continuidade ao movimento até fazer valer nossos direitos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outras notícias

© SISMA-MT – 2021. Todos os direitos reservados.