Fórum Sindical apresenta reivindicações na ALMT

Representantes do Fórum Sindical do Estado de Mato Grosso realizaram na manhã desta quarta-feira, dia 02, uma manifestação, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), reivindicando direitos e melhorias na execução de politicas públicas para o funcionalismo do poder executivo do Estado de Mato Grosso.

Os líderes sindicais aproveitam a abertura dos trabalhos de 2022, na casa de lei para apresentarem aos deputados as pautas e reivindicações conjuntas, além da nova composição do Fórum Sindical, agora duas mulheres entre os quatro coordenadores.

O movimento sindical teve como objetivo também pleitear a abertura de um processo de negociação das pautas das categorias, tais como a Revisão Geral Anual (RGA), concurso público e contribuição previdenciária. Essas demandas são compartilhadas pelos representantes de diversas áreas, sendo a saúde uma das principais.

“Somos contra as irregularidades constantes nos processos simplificados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o próprio Tribunal de Justiça barrou um dos processos seletivos, devido aos erros insanáveis. O que nos entristece ainda mais é saber que a SES continua lançando editais de contratações temporárias sendo que estamos há 20 anos sem concurso público no Estado de Mato Grosso”, ressaltou a presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde e coordenadora do Fórum, Carmen Machado.

Na ocasião a presidente do SISMA entregou a carta de reivindicação ao Governador, Mauro Mendes que estava  presente na abertura dos trabalhos da ALMT. Carmen relata ainda que as demandas dos trabalhadores efetivos do Estado de Mato Grosso “são antigas”, na avaliação da sindicalista. Entretanto, pouco ou quase nada vem sendo feito e os líderes sindicais sequer têm as demandas encaminhadas respondidas.

“Queremos diálogo respeitoso, até porque estamos ressignificando o movimento sindical do estado. A falta de diálogo institucional nos distância dos nossos objetivos, é necessário sentar e conversar, não queremos ser intransigentes, pelo contrário, queremos encontrar soluções conjuntas e o movimento sindical não é adversário da gestão estadual, queremos ser parceiros”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outras notícias

© SISMA-MT – 2021. Todos os direitos reservados.