Contas 2018 e Orçamento 2019 do SISMA são aprovados em Assembleia Geral Ordinária

Servidores filiados ao SISMA aprovaram na tarde de ontem, 26 de março, por ampla maioria a prestação de contas do ano de 2018 e o Plano Orçamentário para o ano de 2019. O conteúdo já havia sido analisado e aprovado pelo Conselho Fiscal em reunião ocorrida no dia 21 de março, na sede do SISMA.

A apresentação inicial foi realizada pelo presidente do Sindicato, Oscarlino Alves, e contou com a participação do corpo Jurídico que atende o SISMA, bem como a analista contábil, Lucilene, a advogada, Sheisa, a vice-presidente, Ana Claudia Machado, o tesoureiro Sérgio Matsuoka, a contadora Rosa Cecília e o diretor de comunicação, Marcio Rios.

Oscarlino apresentou ainda os investimentos que foram realizados em 2018 e estão por finalizar em 2019, a exemplo da sede social em Cáceres e Rondonópolis, que foi entregue no final do ano passado.

Os relatórios apresentados foram aprovados por ampla maioria, tendo apenas um voto de abstenção.

O dirigente sindical fez também o repasse do relatório atualizado dos problemas encontrados na laje da cozinha do salão de festas e no escritório administrativo, situado na capital, visto que a problemática gerou e ainda tem gerado despesas extras. A obra desencadeada na gestão de passada, em 2010 possui problemas estruturais, apontados por engenheiros civis, elétricos e arquitetos, contratados para investigação e emissão de laudos preliminares que estão sendo discutidos em processo judicial.

Conforme determinado pela Assembleia Geral Extraordinária ocorrida em 24 de setembro de 2018, a construtora foi acionada na Justiça com processo em trâmite. “Se confirmando os problemas estruturais pela perícia judicial, mais despesas extras terão que ser contraídas para tentar salvar o patrimônio do sindicato”, ponderou o presidente do SISMA.

Outra situação pontuada foram os atrasos no repasse por parte do Governo (desconto em folha), e o esforço da gestão sindical para executar toda agenda programada para o ano de 2018. “Todo o custeio das Ações Sindicais e Sociais (calendário social) previstos no Plano de Ação para o ano de 2018 foram cumpridos. Os investimentos aprovados em assembleia da categoria foram executados com a conclusão e entrega da Sede Social de Rondonópolis com 1200 m2 (em setembro), andamento da construção da Sede Social de Cáceres com 1200 m2 (previsão de entrega em maio 2019) e obras na sede Cuiabá com construção de Pista de Caminhada (iluminada), Academia, nova iluminação do campo de futebol e manutenção, reforma e pintura das instalações”, afirmou Alves.

O plano orçamentário de 2018 previu um superávit financeiro de R$ 198.962,77. “Mesmo com todas as adversidades enfrentadas, finalizamos com todas as despesas de custeio e investimentos pagos com resultado positivo de R$204.121,20 (superávit financeiro) em 31/12/2018”, comemorou Oscarlino.

CONSOLIDADOS:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outras notícias

© SISMA-MT – 2021. Todos os direitos reservados.