Em clima de festa, SISMA e o Serviço de Nefrologia Pediátrica lançam Projeto SoRIMdo, em Cuiabá

Mudando paradigmas, indo para além das reivindicações de cargos e salários e olhando diferente para as políticas públicas voltadas para a saúde é um dos objetivos da atual gestão do Sindicato dos Servidores da Saúdede Mato Grosso (SISMA/MT), nesse sentido surgiu o Projeto SoRIMdo, em parceria com o Serviço de Nefrologia Pediátrica de Mato Grosso (SENEPE-MT), que visa acolher crianças e adolescentes, em tratamento renal assistidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O lançamento do projeto foi realizado nesta quarta-feira, dia 20.

Em clima de festa, crianças e adolescente em tratamento renal, após sessões de hemodiálise estiveram  na sede social do sindicato, para uma tarde recreativa. A ação tem como objetivo fortalecer o vínculo com os serviços de referências, além de estimular na população a consciência de cidadania e a importância do trabalho sindical para a construção de uma sociedade justa, democrática e solidária.

E para aliviar um pouco a rotina de tratamento hospitalar as crianças participaram de atividades e gincanas específicas, com intuito de estimular um melhor desenvolvimento do seu protagonismo e autonomia, além de garantir a diversão dos pequenos juntamente com animadores personalizados. Eles também se deliciaram com sucos, picolés, gelatinas, bolos, salgadinhos e maçãs do amor, tudo feito de forma saudável de acordo com as orientações médicas e nutricionais.

A tarde recreativa proporcionou alegria e esperança não só para os infanto-juvenis, mas também aos familiares que acompanham o tratamento, como por exemplo a mãe do Davy Miguel, a Alanna dos Reis, que mora em Lucas do Rio Verde e vem pra Cuiabá três vezes na semana.

“Meu filho nem dormiu direito, pois estava ansioso e empolgado com a festinha, ainda mais sabendo que ele podia trazer o irmão menor, e agora eles estão se divertindo muito. Essa ação é muito válida, não só para eles, mas para mim também, uma forma de sair um pouco da rotina hospitalar”.

A médica nefropediatra, Emmanuela Bortoletto, ressaltou sua eterna gratidão por essa tarde recreativa. “Com certeza esse dia marcou a vida deles, pois são crianças que não têm oportunidade de ir à escola e muito menos de ter uma tarde de diversão com comidas adequadas para elas, e a nossa angústia era eles estarem deprimidos, nesse período de isolamento social durante a pandemia. Então foi nesse momento que criamos a parceria com o SISMA que organizou esse projeto abençoado por Deus com o nome SoRIMdo, pois é esse o nosso objetivo levar um sorriso para essas crianças e seus familiares”, disse emocionada.

Quem também estava feliz era o Victor Gabriel Vasconcelos, 11 anos, que estava na companhia dos pais e avós. “Estou gostando muito desse dia, porque pode vir todos meus amiguinhos do hospital e minha família”, contou.

A presidente do SISMA, Carmen Machado comemorou ao ver que o projeto conseguiu proporcionar alegria para as crianças. “O sentimento é de dever cumprido essa gestão tem um olhar diferenciado para às políticas públicas da saúde de MT. É preciso investir nesses apoios e apresentar para sociedade um outro lado do movimento sindical que é a sua responsabilidade com a comunidade que ela está inserida, e nesse sentido o SISMA cumpre seu papel e nós estamos extremamente emocionados por ter proporcionado a essas crianças e adolescentes momentos de alegria, convivência e muita emoção”.

A segunda secretária do SISMA, Solanyara Maria é a coordenadora do projeto e quem tiver interesse em ajudar esse projeto, seja de forma financeira ou voluntária entre em contato com a coordenadora pelo telefone (65) 98115-3748.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras notícias

© SISMA-MT – 2021. Todos os direitos reservados.