- SEXTA, 03 DE JULHO DE 2020

MUVUCA POPULAR: Associação de mulheres pede que Assembleia rejeite retiradas de direitos previdenciários

Em carta, encaminhada ao Muvuca Popular, a Associação em Defesa e Garantia dos Direitos das Mulheres do Estado de Mato Grosso, também designada pelo nome fantasia, Associação de Mulheres MT, pediu que a Assembleia legislativa de Mato Grosso rejeite ou flexibilize as regras mínimas para a concessão dos benefícios previdenciários as servidoras mulheres do Estado de Mato Grosso, prevista pela PEC Nº 006/2020.

O documento, assinado pela presidente Sandra Raquel Mendes, faz as seguintes considerações:

• Mulheres trabalhadoras fazem em média 17 horas por semana de tarefas domésticas, enquanto homens fazem 8 horas e meia por semana. Na soma entre as horas de trabalho fora e dentro de casa, as mulheres trabalham 54 horas por semana, e os homens 50 horas, sendo justo que as mulheres aposentarem mais cedo devido a sua dupla ou tripla jornada;
• Aumentar para 62 anos a idade mínima para as mulheres se aposentarem dificultará as trabalhadoras a conquistar seu benefício, devido sua condição de gênero, mulheres, de maneira geral, ficam mais tempo desempregadas, mais tempo cuidando dos filhos, mais tempo cuidando do idoso. Então, elas param, saem do mercado de trabalho e voltam com salários menores;
• Mulheres têm mais dificuldade em contribuir para a Previdência, conforme dados oficias do total de mulheres trabalhando, quase metade (47%) não possui registro de carteira assinada. Elas trabalham sem carteira, por conta própria ou auxiliando a família. 14,5 milhões de mulheres declaram que não contribuem para a Previdência.

Diante desta proposta que vem trazer severos prejuízos a todas as mulheres que dedicam sua força para o desenvolvimento do Estado de Mato Grosso, o MPopular externa a solidariedade ao clamor das mulheres, para que vossas excelências, os deputados estaduais, não aprovem essa PEC, e  e mobilize suas forças políticas para reestabelecer a justiça. Ao invés de cortar direitos, ampliamdo-os e garantindo a todos o acesso.

Comentários

Deixe Seu Comentário