- SEXTA, 06 DE DEZEMBRO DE 2019

Laboratório Central do Estado completa 44 anos de serviços prestados à saúde de MT

O Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen), unidade especializada da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), comemorará 44 anos de existência nesta semana. Criada em 1975, a unidade surgiu inicialmente como o Centro Regional de Saúde, que abrigava o Laboratório de Saúde Pública como um de seus setores.


Para comemorar a data, haverá programação especial com início nesta segunda-feira (25) e encerramento na sexta-feira (29), nas instalações do laboratório. A agenda de atividades previstas para o auditório do Lacen é destinada aos servidores e prevê a realização de práticas integrativas complementares de saúde; roda de conversa sobre a valorização da saúde da mulher e feira da beleza. 

 

A outra parte da programação comemorativa vai ocorrer no período de 27 a 28 de novembro, com a realização de um Workshop de Integração entre o Lacen e a Vigilância em Saúde no Auditório Milton Figueiredo, da Assembleia Legislativa, com início às 8h e término às 17h.

Aos poucos novos exames foram acrescidos, dando início ao Lacen, que atualmente realiza exames básicos de análises clínicas de rotina e alguns agravos de notificação compulsória. De acordo com a diretora Elaine Cristina de Oliveira, o Lacen realizou aproximadamente 77 mil análises laboratoriais apenas em 2018.

 

Elaine explica que a política de qualidade do laboratório tem por finalidade prestar serviços laboratoriais de reconhecida qualidade técnica e garantir confiabilidade, agilidade, pontualidade, confidencialidade de resultados e um atendimento humanizado capaz de satisfazer às reais necessidades da população.

 

Os serviços da unidade especializada são viabilizados exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e atende a todos os 141 municípios do Estado, com exames de patologia clínica, sorologia, virologia, entre outros, realizados em Cuiabá ou, quando necessário, encaminhados para Laboratórios de Referência da Rede Nacional.

O atendimento também engloba as áreas de vigilância em saúde e saúde do trabalhador e realiza análises para diagnósticos dos agravos de notificação compulsória como Dengue, Hepatites, HIV, entre outros, encaminhando às vigilâncias os relatórios com o perfil epidemiológico nas análises demandadas.


GALERIA DE FOTOS - CLIQUE AQUI

Comentários

Deixe Seu Comentário