- TERÇA, 20 DE AGOSTO DE 2019

CNTE mobiliza para a Greve Nacional da Educação de 15 de maio

Nesta sexta-feira (10), a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE ), participou da reunião chamada pelas Centrais Sindicais para organização da Greve Geral da classe trabalhadora, marcada para 14 de junho.

No momento em que o atual governo, a serviço do capital, envida todos os seus esforços para aprovação de uma Reforma da Previdência que massacra os trabalhadores e trabalhadoras, as Centrais Sindicais apontam para a unidade em torno da defesa do direito à proteção social.

O último Conselho Nacional de Entidades (CNE) deliberou que a CNTE, no próximo dia 15 de maio, fará a luta nas ruas e convocou a categoria para a Greve Nacional da Educação. Num segundo momento, em 14 de junho, somará forças com todas as demais categorias de trabalhadores e trabalhadoras na Greve Geral.

“Para nós é muito simples: se o governo precisa comprar votos para aprovação do projeto, ele não é bom. Na educação também estamos em unidade: desde a educação básica até a educação superior, instituições públicas e privadas, dos Estados e municípios, todos e todas em defesa da Educação. Nossa desafio imediato é potencializar a Greve Geral”, pondera Fátima Silva, Secretária Geral da CNTE, que representou a entidade.

Participaram da reunião a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e todas as demais centrais sindicais – Força Sindical, CTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Nova Central, CGTB, CSB e UGT, além das frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo e Evangélicos pelo Estado de Direito.

CNTE

Comentários

Deixe Seu Comentário