- SEXTA, 20 DE ABRIL DE 2018

G1/MT: Retenção de macas do Samu no PS de Cuiabá por falta de leitos causa demora no socorro a pacientes

Com a falta de leitos no Pronto-Socorro de Cuiabá, as macas utilizadas nas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estão sendo retidas no hospital para atender os pacientes. A utilização das macas está ocasionando uma demora no atendimento das ocorrências.


A diarista Maria de Lourdes de Brito Lima explicou que, quando sofreu um acidente de moto, ela e a filha aguardaram mais de uma hora para receberem o atendimento do Samu e, enquanto isso, eram informadas de que a equipe estava atendendo outra ocorrência.


"A demora foi ficando grande, então pedi para os vizinhos me levarem para o hospital",disse.


Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde (Sisma- MT), Oscarlino Alves, a demora nos atendimentos do Samu se deve aos pacientes que ficam nas macas no Pronto-Socorro, além de outros problemas, como a falta de insumos e de veículos.


"Às vezes, esses pacientes ficam mais de 10 horas com uma maca no Pronto-Socorro", disse.


O presidente explicou que a quantidade de veículos móveis para atendimentos não são suficientes para atender toda a demanda.


A Secretaria Municipal de Saúde informou por meio de nota que as macas do Samu ficam retidas, porque o hospital não tem leitos suficientes para atender todos os pacientes, principalmente diante do alto índice de acidentes de trânsito e tentativas de assassinato registrados na região metropolitana.


A secretária também informou que cinco novas ambulâncias para atendimentos móveis serão adquiridas pelo estado e que três veículos serão comprados pelo Ministério da Saúde, além da implantação de uma nova equipe.

(ASSISTA O VÍDEO)

Comentários

Deixe Seu Comentário