- SEGUNDA, 19 DE FEVEREIRO DE 2018

Fórum Sindical cobra atendimento digno do MT Saúde

Os integrantes do Fórum Sindical, entidade que agrega sindicatos e associações dos servidores públicos do Poder Executivo de Mato Grosso, se reuniram na tarde de ontem (24/01) com o presidente do MT Saúde, Maurélio Ribeiro e assessoria em buscar de informações a respeito do atendimento prestado aos servidores conveniados ao MT Saúde. Atualmente a rede é extremamente limitada e os usuários encontram dificuldades para obter atendimento, mesmo estando com as mensalidades em dias visto que os pagamentos da caixa assistencial são feitos através do desconto em folha, tanto da mensalidade como da coparticipação.


Maurélio relatou aos sindicalistas que o MT Saúde não recebe regularmente a contrapartida do governo prevista em lei desde setembro de 2016, ou seja, com o descompasso no repasse financeiro em 2016 o plano passou a enfrentar problemas financeiros. A necessidade mês para uma rede mínima que está restrita praticamente no atendimento em Cuiabá, de acordo com o presidente da autarquia, era de 11 milhões mês, e que foi otimizado na atual gestão para 9,5 milhões.


Os dirigentes sindicais se mostraram extremamente preocupados, visto que os descontos mensais nos usuários do plano são feitos mensalmente em folha chegam a casa dos 6 milhões mês. Atualmente o MT Saúde presta cobertura a 26 mil vidas, o que evita o maior afogamento do Sistema Único de Saúde (SUS). Porém, como o governo não repassa há meses esses 3,5 milhões de contrapartida mensal, o montante aproximado do repasse atrasado é de 35 milhões, ocasionando dívidas que necessitam ser regularizadas.


“Concluiu-se pela na reunião que os serviços do MT Saúde estão sendo mantidos apenas com os recursos descontados dos servidores públicos e estes não são suficientes para custear a rede mínima, por isso a precariedade está instalada”, relatou o presidente do SISMA, Oscarlino Alves que participou dos debates.


Outro entrave para a administração da autarquia é que todo recurso descontado dos servidores públicos mensalmente em folha são administrados na conta única do estado (fonte 240), onde também estão os repasses de outras áreas com receitas vinculadas, não possibilitando assim a autonomia financeira para o funcionamento.


Como encaminhamento Fórum Sindical irá encaminhar ofício urgente à Casa Civil e ao Gabinete do Governador solicitando reunião urgente, com objetivo de cobrar providências do governo em cumprir com a legislação e realizar o repasse dos valores devidos ao MT Saúde.

Comentários

Deixe Seu Comentário