- SÁBADO, 20 DE JANEIRO DE 2018

HIPER NOTÍCIAS: Secretário denuncia realização de cirurgias oncológicas sem o diagnóstico de câncer

Uma empresa de Oncologia de Cáceres, terceirizada pela Organização Social de Saúde (OSS) Santa Catarina, realizava cirurgias oncológicas sem a constatação da existência de câncer no paciente. A informação foi dada pelo secretário de Saúde do Estado, Luiz Soares, em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta terça-feira (2). 


De acordo como gestor da Saúde, a prática seria para demonstrar mais serviços prestados e receber mais do Estado. “Isso é caso de polícia. Estamos encaminhando para os órgãos de controle, para o Conselho Regional de Medicina (CRM). Está lá e eu sei porque foi entregue a mim, está atestado a realização de cirurgias sem o diagnóstico de câncer”, disse Soares. 

Ainda segundo Soares, uma nova empresa de Oncologia foi contratada para realizar o mesmo serviço pela metade do valor. Enquanto a empresa antiga faturava cerca de R$ 600 mil por mês do Estado, a atual recebe R$ 300 mil para fazer o mesmo serviço. O nome da empresa não foi divulgado pelo gestor.

O Hospital

O Hospital Regional de Cáceres era gerido pela OSS Santa Catarina até o mês de setembro de 2017 e passou a ser comandada pela administração direta do Estado. O novo diretor do hospital é o médico aposentado Hernandes Coutinho, que segundo Soares recebeu "empoderamento e poder de xerife". 

"Ele assumiu o hospital em nome da Secretaria de Saúde, do Governo do Estado e veja bem: até setembro o hospital custava R$ 5,3  milhões por mês. No mês de outubro,  em um mês de trabalho,  o valor baixou para R$ 3,9 mi, R$ 1,4 milhão a menos e aumentou número de cirurgias", afirmou o secretário. 

Comentários

Deixe Seu Comentário